clipping-politica-brasileira

Alckmin ou Doria 2018?

Imprimir

Aécio já está praticamente confirmado como candidato a Senador pelo PSDB. Mas Geraldo Alckmin, mesmo com os efeitos das investigações da Operação Lava-jato ainda acredita em candidatura. A repercussão na imprensa de pesquisas que colocam João Doria como o candidato tucano mais viável e declarações do prefeito de São Paulo em Nova York esquentaram o atrito entre padrinho político e afilhado. Da negação absoluta até dizer que se for indicado democraticamente poderia ser candidato, Doria mudou algumas vezes o discurso com relação à 2018.

Presidente do TST critica posição anti-reforma do MPT

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra da Silva Martins Filho, afirmou que não cabe ao Ministério Público do Trabalho (MPT) criticar a reforma trabalhista em tramitação no Congresso.”O Ministério Público não tem que sair por aí defendendo a não mudança da lei, mas aplicar a lei como ela está colocada”, disse o presidente do TST.

“O Ministério Público não defende trabalhador, mas a ordem jurídica. Quem defende trabalhador é sindicato”, afirmou.

Membros da entidade e da Justiça do Trabalho têm se posicionado publicamente contra o projeto, afirmando que ele reduz a proteção ao trabalhador.

Com informações da Folha, O Globo e Estadão.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Reflexões sobre tendências do próximo Congresso


Salvo mudanças inesperadas no humor do eleitorado, a tendência será de reeleição entre 60% e 70% da atual Câmara dos Deputados – um dos mais altos das sete últimas eleições – o que poderá levar para a próxima legislatura as práticas e os vícios da atual composição legislativa.

Ler mais

A salvação de Lula interessa a muita gente. E pode vir pelo STF


Duas circunstâncias distintas concorrem para livrar o ex-presidente Lula da prisão. Uma delas passa pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mais exatamente pelo juiz Dias Toffoli. Outra, pelos inúmeros suspeitos graúdos de rapinarem o erário…

Ler mais

O banco de reservas Petista


A condenação de Lula em segunda instância, de maneira unânime, pelo TRF-4, inviabiliza o caminho do ex-presidente ao Palácio do Planalto. O PT tem traçada a estratégia de manter a candidatura de Lula até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impedi-lo de disputar o Planalto novamente, como preveem

Ler mais