brasil-politica

Agenda: Rodrigo Maia deve oficializar candidatura

Imprimir

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve anunciar oficialmente sua candidatura à reeleição. Veja os eventos desta terça (31):

1. O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, participa de abertura de reuniões dos Grupos de Trabalho do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES).

2. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, faz palestra, em São Paulo, durante a “2017 Latin America Investment Conference”, promovida pelo Banco Credit Suisse. À tarde, em Brasília, Goldfajn tem reunião com Jorge Gerdau Johannpeter, presidente do Conselho Consultivo do Grupo Gerdau.

3. Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, e o ministro da Produção da Argentina, Francisco Cabrera, concedem entrevista coletiva após encerramento da Comissão Bilateral de Produção e Comércio Brasil-Argentina.

4. O Banco Central divulga o resultado das contas do setor público consolidado em 2016.

5. O IBGE divulga o resultado da Pnad Contínua referente ao último trimestre, encerrado em dezembro.

6. Entrevista coletiva fala sobre desembolsos do BNDES.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Reflexões sobre tendências do próximo Congresso


Salvo mudanças inesperadas no humor do eleitorado, a tendência será de reeleição entre 60% e 70% da atual Câmara dos Deputados – um dos mais altos das sete últimas eleições – o que poderá levar para a próxima legislatura as práticas e os vícios da atual composição legislativa.

Ler mais

A salvação de Lula interessa a muita gente. E pode vir pelo STF


Duas circunstâncias distintas concorrem para livrar o ex-presidente Lula da prisão. Uma delas passa pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mais exatamente pelo juiz Dias Toffoli. Outra, pelos inúmeros suspeitos graúdos de rapinarem o erário…

Ler mais

O banco de reservas Petista


A condenação de Lula em segunda instância, de maneira unânime, pelo TRF-4, inviabiliza o caminho do ex-presidente ao Palácio do Planalto. O PT tem traçada a estratégia de manter a candidatura de Lula até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impedi-lo de disputar o Planalto novamente, como preveem

Ler mais