clipping-politica-brasileira

Leitura obrigatória: STF mantém Andrea Neves presa

Imprimir

A primeira turma do Superior Tribunal federal decidiu manter Andrea Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves, em prisão preventiva. O ministro Marco Aurélio, novo relator do caso, derivado da delação da JBS, era a favor da soltura, pelo cumprimento dos mandados de busca e apreensão feitos nos endereços da família Neves. No entanto outros integrantes da primeira turma entenderam que as acusações contra is irmãos Neves são graves demais para que Andrea seja posta em liberdade.

Aécio Neves

O senador Aécio Neves (PSDB) foi afastado por meio de ofício do Senado, no entanto seu nome continua no painel do plenário o que não o impediria de votar. Em nota o Senado informa que não descumpriu a ordem de Fachin e disse em nota: “Nem a Constituição Federal nem o Regimento da Casa preveem a figura do ‘afastamento do mandato de senador’ por decisão judicial”, afirmou o Senado, acrescentando que aguarda com “serenidade” informações de como proceder.  

Miguel Reale Jr.

Após a decisão da executiva nacional do PSDB de permanecer no governo Miguel Reale Jr. pediu seu desligamento do partido. Reale foi um dos autores do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Estava filiado ao partido desde 1990, após participar ativamente da campanha de Ulysses Guimarães à Presidência da República, em 1989.

“Essa história de que ‘está se olhando para o Brasil, para a necessidade das reformas, é só uma desculpa. Uma mão lava a outra. O presidente precisa de apoio. Além disso, há interesses de aliança eleitoral”, afirmou Reale Junior.

Eike Batista e Sérgio Cabral

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) condenou Eike Batista pelo uso de informação privilegiada (insider trading) em processo que investigava venda irregular de ações da OSX, empresa naval do grupo ¨X” e atualmente em recuperação judicial, em julgamento realizado na sede da autarquia nesta terça-feira. A decisão impõe ao empresário multa de R$ 21 milhões. A defesa do ex-bilionário irá recorrer da decisão.

O juiz federal Sérgio Moro proferiu a sentença de condenação contra Sérgio Cabral por corrupção e lavagem de dinheiro. Na mesma decisão Moro absolveu a esposa do ex-governador Adriana Ancelmo, semelhante à decisão tomada com relação à Cláudia Cruz, esposa do deputado cassado Eduardo Cunha.

Reforma Trabalhista

O presidente Michel Temer recebeu apelos de sindicalistas para que a reforma trabalhista seja atenuada. Nesta terça-feira, dirigentes da União Geral dos Trabalhadores (UGT) disseram ao peemedebista que querem participar das discussões da edição da Medida Provisória que o governo fará para modificar alguns pontos da reforma, como já estava combinado com os senadores. O gesto do Planalto tem vistas a acelerar a aprovação da matéria, que pode acontecer no fim do mês.

Com informações da Globo News, Folha e O Globo

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados