agenda-politica-brasileira

Comissão especial vota parecer da Reforma da Previdência

Imprimir

A Comissão Especial da Reforma da Previdência vota o parecer do relator, deputado Arthur Maia (PPS-BA). Levantamento da Arko Advice mostra que o parecer do deputado Arthur Maia à proposta de Reforma da Previdência na Comissão Especial será aprovado com 23 a favor e 14 contrários. O placar pode sofrer alterações considerando que líderes dos partidos aliados podem substituir alguns deputados que pretendem votar contra. A expectativa do governo é ter entre 22 e 25 votos.

Veja AQUI a tendência de voto dos membros titulares da Comissão.

Os principais eventos desta quarta-feira são os seguintes:

1. A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado realiza audiência pública sobre spreads bancários com Túlio Maciel, chefe do Departamento Econômico do Banco Central do Brasil, entre outros.
2. Senadores da oposição apresentam requerimento para que a Reforma Trabalhista também seja analisada pelas Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Direitos Humanos (CDH). Ela já terá que passar pelas Comissões de Assuntos Econômicos (CAE), ao Senado e de Assuntos Sociais (CAS)
3. A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara realiza audiência pública sobre a participação estrangeira de até 100% no capital de empresas aéreas brasileiras. Entre os convidados estão os ministros dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa, e do Turismo, Marx Beltrão, entre outros.
4. A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara analisa Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 282/16 que veda as coligações entre partidos nas eleições para deputado e vereador a partir de 2020, além de estabelecer cláusula de desempenho para o funcionamento parlamentar das legendas.
5. A Comissão de Turismo da Câmara debate os programas e projetos da pasta do Turismo para 2017 com o ministro Marx Beltrão.
6. O ministro Luiz Fux coordena audiência entre o Rio de Janeiro e a União em ação que discute royalties do petróleo.
7. O Supremo Tribunal Federal retoma julgamento e discute a necessidade de autorização da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para o recebimento de denúncia contra o governador do estado, Fernando Pimentel (PT), pelo Superior Tribunal de Justiça e seu consequente afastamento.
8. Movimentos sociais fazem protestos em Curitiba a favor do ex-presidente Lula.
9. O IBGE divulga produção industrial de março.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Reflexões sobre tendências do próximo Congresso


Salvo mudanças inesperadas no humor do eleitorado, a tendência será de reeleição entre 60% e 70% da atual Câmara dos Deputados – um dos mais altos das sete últimas eleições – o que poderá levar para a próxima legislatura as práticas e os vícios da atual composição legislativa.

Ler mais

A salvação de Lula interessa a muita gente. E pode vir pelo STF


Duas circunstâncias distintas concorrem para livrar o ex-presidente Lula da prisão. Uma delas passa pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mais exatamente pelo juiz Dias Toffoli. Outra, pelos inúmeros suspeitos graúdos de rapinarem o erário…

Ler mais

O banco de reservas Petista


A condenação de Lula em segunda instância, de maneira unânime, pelo TRF-4, inviabiliza o caminho do ex-presidente ao Palácio do Planalto. O PT tem traçada a estratégia de manter a candidatura de Lula até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impedi-lo de disputar o Planalto novamente, como preveem

Ler mais