agenda-politica-brasileira

Eduardo Cunha depõe no STF contra Michel Temer

Imprimir

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) presta depoimento, às 11h, no inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Michel Temer após a delação dos empresários do Grupo J&F.

Os principais eventos desta quarta-feira são os seguintes:

1. O Senado pode votar as indicações de Gustavo Machado Gonzalez para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), e de Maurício Oscar Bandeira Maia e Alexandre Barreto de Souza para o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Pode ser adiado por falta de quorum.

2. A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo ouve o ministro das Cidades, Bruno Araújo, sobre as ações do ministério para os próximos dois anos.

3. IBGE divulga pesquisa mensal de serviços de abril.

4. A Fiesp divulga o Índice de Nível de Emprego em maio.

Nova denúncia da PGR

O procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, deve apresentar nos próximos dias, denúncia contra o presidente Michel Temer. As acusações provavelmente serão de corrupção passiva e obstrução de justiça com base nas gravações da JBS.

O processo deve passar pelo relator da Lava-Jato, ministro Edson Fachin, que pode arquivá-lo, pedir mais provas ou aceitar a denúncia. Se aceitar, a denúncia será encaminhada pelo STF para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara que deverá notificar o acusado e emitir parecer autorizando ou não a abertura do processo.

O Planalto já prepara uma reação. Procura na base aliada a indicação de um relator para o processo favorável ao arquivamento da denúncia. A possibilidade de uma delação premiada do doleiro Lúcio Funaro e o depoimento de Eduardo Cunha podem mudar o cenário.

Veja aqui o passo a passo do processo, caso seja instaurado.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Justiça tem que ser para todos


Os últimos 33 anos no Brasil tiveram a marca indelével de três partidos: MDB, PSDB & PT. Neste interregno, quase tudo de bom, quase tudo de mau que ocorreu em terras brasilianas teve a participação da tríade.

Ler mais

Serie eleições 2018: priorizar o resgate da política.


O principal desafio da sociedade e das instituições, além dos próprios candidatos ao pleito de 2018, é superar a desilusão com a política. É preciso resgatar a importância da principal ou da única forma de resolução dos problemas coletivos fora do emprego da violência.

Ler mais

Por enquanto, espontânea e rejeição é o que interessa nas pesquisas


O alvoroço em torno das pesquisas de intenção de voto se justifica. Afinal, o grau de credibilidade de alguns institutos de pesquisa, como o Datafolha, torna-se um dos poucos referenciais concretos diante do achismo de palpiteiros.

Ler mais