clipping-politica-brasileira

Clipping Política Brasileira: Garotinho cogita proteção policial

Imprimir

Autointitulado “um homem-bomba”, por conta de provas que afirma ter contra “105 pessoas e empresas” que acusa de corrupção, o ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR) cogita pedir proteção policial para resguardar sua integridade física. Ele responde em liberdade a um processo por compra de votos em sua cidade, Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, nas últimas eleições, e está em seu apartamento, no bairro do Flamengo, zona sul da capital.

“Já conversamos a respeito e estamos avaliando o pedido de proteção”, disse ao Estado nesta segunda-feira, 28, sua filha Clarissa Garotinho, deputada federal (PR-RJ). (Estadão)

PGR pede gravações de Calero à PF

A Procuradoria Geral da República (PGR) enviou ofício à direção da Polícia Federal solicitando que sejam remetidas ao Ministério Público as gravações que o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero diz ter feito antes de pedir demissão. Calero admitiu em entrevista ao “Fantástico”, da TV Globo, que gravou uma ligação telefônica com o presidente Michel Temer, mas alegou que foi uma conversa formal. Calero apenas teria apresentado seu pedido de demissão do cargo.

Embora o ex-ministro não tenha confirmado, fontes ouvidas pelo GLOBO afirmam que Calero também gravou o ex-ministro Geddel Vieira Lima e o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. (O Globo)

Moro indefere perguntas incômodas de Cunha sobre Temer

O juiz Sergio Moro indeferiu, na manhã desta segunda (28), 21 de um total de 41 perguntas feitas por escrito pelo ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a Michel Temer.

O presidente da República é testemunha de defesa de Cunha. Ele responderá aos questionamentos também por escrito.

Cunha chega a perguntar se Temer recebeu Jorge Zelada, ex-diretor da Petrobras envolvido em corrupção, em sua própria residência, em São Paulo, e se teve conhecimento de reunião de fornecedores da Petrobras também em seu próprio escritório, em São Paulo, “com vistas à doação de campanha para as eleições de 2010”. (Folha)

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados