michel-temer

Gravação da Polícia Federal ameaça governo Temer

Imprimir

O site do O Globo acaba de divulgar reportagem exclusiva sobre a delação premiada de Joesley Batista e seu irmão Wesley, donos da JBS, a maior produtora de proteína animal do planeta. Na tarde de quarta-feira passa, eles confirmaram ao relator da Lava-Jato, ministro Edson Fachin, que em abril procuraram a Procuradoria Geral da República (PGR).

Disseram ter provas que envolviam o presidente da República, Michel Temer, e outros políticos em propinas e favorecimentos relacionados a outros políticos presos na Lava-Jato e edições de medidas provisórias entre outros crimes.

Em uma das gravações entregues, o dono da JBS teria recebido o aval de Temer para a mesada que estava dando a Eduardo Cunha e Lúcio Funaro para que ambos não abrissem o bico. Em outro momento da conversa, Temer teria indicado Rocha Loures, homem de confiança do presidente, para resolver “um assunto de interesse da JBS junto ao Cade”. A PF então filmou o primeiro pagamento sendo entregue à Loures.

Deputados reagem à notícia

As 19h30, de quarta feira, o salão verde já não contava mais com a presença dos jornalistas das grandes emissoras. O clima era de tranquilidade no plenário da Casa, que discutia medidas provisórias sem grandes controvérsias.

No entanto, após receber um telefonema, o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM) encerrou a reunião abruptamente, sem dar explicações e deu início a um grande tumulto entre os parlamentares. Deputados da base governista deixaram a Câmara praticamente correndo, enquanto deputados da oposição gritavam pelos corredores palavras de ordem como “impeachment”!, “acabou”, fora “temer”. Rodrigo Maia deixou o congresso pela chapelaria sem falar com a imprensa.

O primeiro a falar com os poucos jornalistas que restavam na Casa foi Silvio Costa (PTdoB), seguido de parlamentares do PSOL. Somente 40min depois, repórteres de peso, como Cristiana Lobo, foi vista novamente no salão verde. Teria retornado às pressas depois da notícias de que o presidente da república foi pego pedindo propina ao dono da JBS. Os únicos parlamentares da base que permaneceram para falar com a imprensa foi Efraim Filho, líder do DEM, e Domingos Sávio do PSDB.

Compartilhe no Whatsapp! Copie e cole este link:    http://bit.ly/2rmpFIY

Pedidos de Impeachment de Temer

Diante da gravidade das informações, o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) já apresentou pedido de impeachment do presidente Michel Temer ao presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ). O deputado João Henrique Holanda Caldas (PSB-AL) também entrou com pedido de impedimento. Veja o documento protocolado pelo deputado.

pedido de impeachment Temer por JHC

Texto de Sabrina Simons e Nathália Pedrosa

Com informações d’O Globo.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

A agenda de Temer: economia e reformas


Michel Temer aposta suas últimas fichas na Reforma da Previdência, enquanto seu partido, o PMDB, usa tempo de propaganda para falar da retomada do crescimento, defender as reformas e criar uma imagem do que será o legado do governo Temer.

Ler mais