agenda-politica-brasileira

Greve geral

Imprimir

Os principais eventos desta sexta-feira são os seguintes:

1. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, faz palestra no evento “Finanças +” promovido pelo Grupo Estado (São Paulo). À tarde, no Rio de Janeiro, Ilan terá reunião com Gabriel Srour e Armínio Fraga, sócios da Gávea Investimentos, e também com o presidente do Conselho Consultivo Internacional do Banco Itaú, Pedro Malan, e o membro do Instituto de Estudos de Política Econômica/Casa das Garças Edmar Bacha.

2. Entidades sindicais promovem greve geral contra as reformas do governo de Michel Temer.

3. A Federação Única dos Petroleiros (FUP) fazem greve por tempo indeterminado.

4. O Banco Central divulga o resultado das contas do setor público consolidado em maio.

5. O IBGE divulga Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), que mostra o desemprego no trimestre encerrado em maio.

Aprovação da reforma trabalhista no senado

Para garantir a aprovação da Reforma Trabalhista no Senado, o governo se comprometeu a vetar pontos polêmicos, como o trabalho intermitente, jornada de doze horas de trabalho por trinta e seis de descanso, participação sindical na negociação coletiva, trabalho insalubre para gestantes, insalubridade e negociação coletiva, dano extra-patrimonial e autônomo em trabalho exclusivo.

Em seguida, será editada uma medida provisória. O BPB teve acesso a um texto que está em negociação entre o governo e entidades sindicais. Acesse o texto provisório da MP.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Para vencer, Haddad precisa virar 10 milhões de votos em Bolsonaro


Se quiser ocupar o 3º andar do Palácio do Planalto a partir de 2019, Fernando Haddad (PT) precisará convencer 10 milhões de eleitores que tencionam votar em Jair Bolsonaro (PSL) a mudar de lado. O cálculo é baseado na última pesquisa do Datafolha de intenção de voto divulgada nesta quarta

Ler mais

De acordo com Ibope e Datafolha, eleitores apoiam a Velha Política


Pelo visto, o eleitor está satisfeito com os velhos políticos. Pesquisas de intenção de voto – tanto as majoritárias (abundantes) quanto as proporcionais (escassas) – apontam que políticos de velha cepa continuarão no comando dos executivos estaduais e das assembleias legislativas.

Ler mais

Datafolha e Ibope calculam 48 milhões eleitores pensando


As duas últimas pesquisas de intenção de voto do Datafolha (02/10) e Ibope (29-30/10) indicaram nova redução no número de eleitores pensando. São votantes que, na pesquisa espontânea, votam branco, nulo, não sabem ou não responderam.

Ler mais