agenda-politica-brasileira

Advogados de Temer apresentam ação contra Joesley Batista

Imprimir

Os principais eventos desta segunda-feira são os seguintes:

1. O presidente Michel Temer viaja para a Rússia e a Noruega e deve retornar ao Brasil na sexta-feira (22).

2. Os advogados do presidente Michel Temer apresentam ação penal e civil contra Joesley Batista (JBS), que em entrevista à Revista Época afirmou que o presidente é chefe de organização criminosa.

3. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, faz palestra em São Paulo, às 9h, durante encontro com investidores organizado pelo Bradesco. Depois, tem reunião com executivos do Banco Tokyo-Mitsubishi UFJ. À tarde, encontra-se com o diretor de Renda Fixa da Bahia Asset, Marcelo Mendes, e, na sequência, conversa por videoconferência com executivos da Pimco. Por fim, tem reunião com executivos da Itaú Asset Management.

4. A Comissão Parlamentar de Inquérito da Previdência do Senado ouve representantes dos cinco bancos que mais devem à Previdência Social: Bradesco, Itaú, Santander, Caixa Econômica e Banco do Brasil. Juntas, as instituições financeiras devem mais de R$ 1,3 bilhão.

5. O relator da Reforma Previdenciária na Câmara, Arthur Maia (PPS-BA) faz palestra na Associação Comercial de São Paulo (ACSP) sobre a reforma.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Reflexões sobre tendências do próximo Congresso


Salvo mudanças inesperadas no humor do eleitorado, a tendência será de reeleição entre 60% e 70% da atual Câmara dos Deputados – um dos mais altos das sete últimas eleições – o que poderá levar para a próxima legislatura as práticas e os vícios da atual composição legislativa.

Ler mais

A salvação de Lula interessa a muita gente. E pode vir pelo STF


Duas circunstâncias distintas concorrem para livrar o ex-presidente Lula da prisão. Uma delas passa pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mais exatamente pelo juiz Dias Toffoli. Outra, pelos inúmeros suspeitos graúdos de rapinarem o erário…

Ler mais

O banco de reservas Petista


A condenação de Lula em segunda instância, de maneira unânime, pelo TRF-4, inviabiliza o caminho do ex-presidente ao Palácio do Planalto. O PT tem traçada a estratégia de manter a candidatura de Lula até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impedi-lo de disputar o Planalto novamente, como preveem

Ler mais