operacao-lava-jato

Alegações finais de Lula

Imprimir

O próximo evento da Operação Lava-Jato será o mais importante de todos: a entrega, no dia 20, por parte da defesa, das alegações finais ao juiz federal Sergio Moro relativas ao processo do triplex de propriedade atribuída ao ex-presidente Lula, no Guarujá. Mesmo que Moro o condene, ele poderá recorrer da sentença em liberdade.

Outro acontecimento determinante será a disposição do ex-ministro Antonio Palocci para fazer delação premiada. A medida que tal possibilidade se torna real, cresce a apreensão no mercado financeiro, pois algumas instituições poderiam ser gravemente afetadas. Especula-se que o noticiário deverá ser dominando por esse tema nos próximos dias, virando a pauta da Lava-Jato.

A delação da JBS estremeceu o mundo político sem fazer parte da Lava-Jato, cuja programação obedece calendário orientado por uma campanha anticorrupção comandada pelo marketing da força-tarefa do juiz Moro. Fazem parte da lista ainda a OAS e a Andrade Gutierrez.

Mais luz que calor

A entrevista de Joesley Batista à revista Época traz mais luz do que calor ao ambiente político. Nenhuma nova revelação concreta é apresentada. Nenhum detalhe é revelado. Apenas se confirma o que já havia sido dito sem maiores informações. Nem mesmo a promessa de novas gravações é feita.

O estardalhaço fica por conta da afirmação de que Temer é o chefe de uma organização criminosa. Qual a consequência da entrevista? Seguramente dar embalo à denúncia que a Procuradoria-Geral da República deverá apresentar ao Supremo Tribunal Federal contra o presidente. Trechos da entrevista podem ser usados na denúncia como que para referendar as acusações.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Reflexões sobre tendências do próximo Congresso


Salvo mudanças inesperadas no humor do eleitorado, a tendência será de reeleição entre 60% e 70% da atual Câmara dos Deputados – um dos mais altos das sete últimas eleições – o que poderá levar para a próxima legislatura as práticas e os vícios da atual composição legislativa.

Ler mais

A salvação de Lula interessa a muita gente. E pode vir pelo STF


Duas circunstâncias distintas concorrem para livrar o ex-presidente Lula da prisão. Uma delas passa pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mais exatamente pelo juiz Dias Toffoli. Outra, pelos inúmeros suspeitos graúdos de rapinarem o erário…

Ler mais

O banco de reservas Petista


A condenação de Lula em segunda instância, de maneira unânime, pelo TRF-4, inviabiliza o caminho do ex-presidente ao Palácio do Planalto. O PT tem traçada a estratégia de manter a candidatura de Lula até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impedi-lo de disputar o Planalto novamente, como preveem

Ler mais