brasil-politica

Murillo de Aragão: “Seria melhor Marco Aurélio renunciar”

Imprimir

A decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), de afastar o senador Renan Calheiros da presidência da Casa é gravíssima com repercussões negativas na economia e na política. A avaliação é de Murillo de Aragão, sócio da Arko Advice. “É uma decisão institucional temerária. Faltou equilíbrio ao Marco Aurélio, que jogou uma crise política no País. Seria melhor ele renunciar ao posto”, avaliou.

O segundo ponto, disse, em sendo uma decisão temerária, gerou uma reação da Mesa Diretora do Senado em não aceitá-la. “Evidentemente, que essa situação vai se acalmar. É preciso encontrar uma saída”, disse.

Diante dessa expectativa de se encontrar uma solução para esse “grave problema” no curto prazo, o cientista político acredita que a votação da PEC do teto de gastos irá acontecer. “Claro que, enquanto essa questão não for superada, a votação fica pendente. Porém, acredito que a medida será aprovada ainda este ano”, estimou.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados