Dilma

Um precioso tempo perdido

Passado um ano da reeleição de Dilma Rousseff, o que dizer do tempo decorrido? Que foi um ano perdido, simplesmente. Nada do que se fez deixou de ser uma sucessão inacreditável de erros. Pouco se caminhou na direção do resgaste da dinâmica econômica do crescimento.

Ler mais

Crise

Aos trancos e barrancos

O setor de energia anda aos trancos e barrancos. A política continua sob a égide da “desorientação energética”, iniciada no segundo governo Lula e aprofundada no governo Dilma.

Ler mais

Política

Sinais da decadência

Muitas civilizações e muitos países entraram em processo de decadência irreversível. Foram capturados por uma espiral descendente e não tiveram condições de sair dela. O Egito Antigo e a Grécia são exemplos clássicos. A Espanha de hoje é uma sombra da potência mundial que já foi. O Reino Unido, onde o sol nunca se punha, deixou de ser o que era. Todos foram e deixaram de ser, ainda que com graus variados de fracasso e decadência. Alguns, como o Reino Unido, se adaptaram aos novos tempos. Outros nem tanto, como a Espanha. A Grécia vive do passado.

Ler mais

Página 384 de 387« Primeira...102030...382383384385386...Última »