clipping-politica-brasileira

Partidos querem votar pacote anti-corrupção no Senado

Imprimir

De surpresa, alguns partidos apresentaram pedido para incluir na pauta de votação desta quarta-feira o pacote anti-corrupção no Senado. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), não queria a votação, mas ficou irritado com a ameaça dos procuradores. O requerimento foi lido, mas não foram informados quais partidos apresentaram a proposta. O senador João Alberto (PMDB-MA) afirmou que o requerimento foi assinado pelas lideranças do PSD, PTC e PMDB. Os partidos pedem requerimento de urgência para a inclusão do pacote anticorrupção na pauta. (O Globo)

Força-tarefa da Lava-Jato ameaça renúncia após votação na Câmara

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Operação Lava Jato, afirmou nesta quarta-feira, 30, que caso a proposta de abuso de autoridade, do novo projeto anticorrupção aprovado pelo plenário da Câmara, seja sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB), a ‘proposta é de renunciar coletivamente’. Deputados aprovaram na madrugada pelo menos 11 mudanças no texto do projeto de medidas de combate à corrupção que tinha sido aprovado na comissão especial, na semana passada. (Estadão)

BC reduz taxa básica de juros em 0.25%

O Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (30) a redução da taxa básica de juros (Selic) em 0,25 ponto percentual, para 13,75% ao ano.

É o segundo corte da taxa desde outubro de 2012. O primeiro ocorreu no dia 19 do mês passado, quando o Copom reduziu a Selic em 0,25 ponto percentual, para 14% ao ano.

A redução de 0,25 ponto nesta quarta-feira era amplamente esperada pelo mercado. Dos 53 economistas consultados pela Bloomberg, 46 aguardavam um corte desta magnitude. Os outros sete projetavam um corte maior, de 0,50 ponto percentual. (Folha)

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados