agenda-politica-brasileira

Agenda Política Brasileira: como será a semana

Imprimir

Na agenda da semana na Política Brasileira, governo realiza leilão dos aeroportos de Florianópolis, Porto Alegre, Salvador e Fortaleza. Na Câmara, o destaque é o projeto que regulamenta a terceirização. No Senado, pode ser analisado proposta sobre a repatriação. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve pedir ao STF abertura de inquérito contra políticos com base na delação da Odebrecht. A seguir, a agenda detalhada da próxima semana:

Segunda, 13

1. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pode enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF) os inquéritos com base na delação dos executivos da Odebrecht.

2. O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, volta ao trabalho após duas semanas de licença médica.

Terça, 14

3. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, se reúne com a bancada do PSB para discutir pontos da Reforma da Previdência.

4. A Câmara pode votar projeto de lei que regulamenta a terceirização. Se aprovado, projeto segue para sanção.

5. O Senado pode votar projeto de lei que trata da repatriação de recursos de brasileiros no exterior.

6. Prevista instalação das comissões permanentes do Senado.

Quarta, 15

7. A Câmara analisa projeto de lei complementar (PLP) que cria um novo Regime de Recuperação Fiscal para os estados.

8. Prevista eleição dos presidentes das comissões permanentes da Câmara.

9. O Tribunal de Contas da União pode analisar processo sobre a venda de ativos da Petrobras.

10. O Supremo Tribunal Federal retoma julgamento sobre inclusão da base de cálculo do ICMS no PIS e Cofins.

11. Reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) discutem proposta alternativa de recuperação fiscal para apresentar ao Congresso Nacional.

Quinta, 16

12. Leilão dos aeroportos de Florianópolis, Porto Alegre, Salvador e Fortaleza.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Reflexões sobre tendências do próximo Congresso


Salvo mudanças inesperadas no humor do eleitorado, a tendência será de reeleição entre 60% e 70% da atual Câmara dos Deputados – um dos mais altos das sete últimas eleições – o que poderá levar para a próxima legislatura as práticas e os vícios da atual composição legislativa.

Ler mais

A salvação de Lula interessa a muita gente. E pode vir pelo STF


Duas circunstâncias distintas concorrem para livrar o ex-presidente Lula da prisão. Uma delas passa pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mais exatamente pelo juiz Dias Toffoli. Outra, pelos inúmeros suspeitos graúdos de rapinarem o erário…

Ler mais

O banco de reservas Petista


A condenação de Lula em segunda instância, de maneira unânime, pelo TRF-4, inviabiliza o caminho do ex-presidente ao Palácio do Planalto. O PT tem traçada a estratégia de manter a candidatura de Lula até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impedi-lo de disputar o Planalto novamente, como preveem

Ler mais