clipping-politica-brasileira

Romero Jucá, PMDB pode lançar candidato

Imprimir

Senador Romero Jucá, presidente do PMDB e líder do governo no Senado deu um ultimato ao PSDB que novamente ameaça desembarcar do governo de Michel Temer. Segundo o senador cabe ao PMDB e à nova liderança do partido, que será eleita em dezembro próximo, decidir que papel deseja cumprir frente o legado econômico do governo Temer e que caso uma aliança não seja possível o PMDB pode lançar um candidato próprio à presidência.

— Todos os partidos da base vão defender? Isso o PSDB é que vai ter que decidir. Se não tiver ninguém para fazer essa defesa, o PMDB não vai ficar órfão da defesa desse legado. O PMDB vai lançar um candidato a Presidente da República para fazer a defesa desse legado. O Presidente Michel Temer fez mágica, fez muito mais do que Mister M e David Copperfield juntos — disse Jucá.

Familiares de Aécio serão julgados pelo STF

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que Andréa Neves, irmã do senador Aécio Neves, Frederico Pacheco, primo dele, e Mendherson Lima, assessor parlamentar do senador Zezé Perrella serão processados junto com o senador do PSDB. A decisão atende um recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a decisão de desmembramento da denúncia e envio dos que não tem foro privilegiado à instancias inferiores. O ministro Luís Roberto Barroso, um dos que divergiram do relator, ministro Marco Aurélio, caracterizou a situação como uma exceção pois apesar dos três acusados não terem foro privilegiado, a acusação, os fatos e os agentes em questão são indissociáveis neste ponto da investigação.

Com informações do Globo e Folha.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

O esquartejamento do Ministério do Trabalho


O Ministério do Trabalho foi extinto e suas competências e atribuições foram distribuídas em quatro outros ministérios (Economia, Justiça e Segurança, Cidadania e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) com dupla finalidade. De um lado, facilitar a implementação da reforma trabalhista, inclusi

Ler mais

Nordeste, a terceira arma de Bolsonaro


O Nordeste deve ser a terceira arma do capitão-mor Jair Bolsonaro para transformar as expectativas da campanha eleitoral num governo bem-sucedido. A deixa foi dada pelo general Augusto Heleno, futuro ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) do governo eleito.

Ler mais

O otimismo com a Era Bolsonaro deve muito a Era Temer


O presidente Michel Temer deixará a Presidência da República menos injustiçado do que creem seus aliados, mas mais injustiçado do que detratam seus adversários. Contra a tendência simplificadora das análises sintéticas das redes sociais, muitas ações na política não são preto no branco.

Ler mais

A lógica da relação do governo Bolsonaro com o Congresso


O presidente eleito, sob o argumento de que a estrutura partidária está viciada e só age à base do toma lá dá cá, fez campanha prometendo que não negociaria com os partidos a formação de seu governo, mas, tão logo eleito, passou a negociar indicações com as bancadas informais, temáticas

Ler mais