agenda-politica-brasileira

Agenda: Seminário Eleições acontece em Brasília

Imprimir

Acontece hoje em Brasília o Seminário Eleições, antecipando discussões sobre os cenários para 2018. O evento é organizado pela Arko Advice, Presença Online e Correio Braziliense. Veja os eventos desta quarta-feira (15):

  1. A Câmara pode votar Projeto de Lei Complementar (PLP) que cria um novo Regime de Recuperação Fiscal para os estados.
  2. Prevista eleição dos presidentes das comissões permanentes da Câmara.
  3. A Comissão Especial que analisa a Reforma da Previdência discute, entre outros temas, expectativa de vida dos trabalhadores e orçamento da previdência.
  4. A Comissão Especial da Reforma Trabalhista realiza audiência pública para discutir teletrabalho.
  5. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, viaja para Baden-Baden, na Alemanha, onde participará de reunião de ministros de Fazenda e presidentes de Bancos Centrais dos Brics e do G-20.
  6. Depois, Ilan seguirá para a Basileia, na Suíça, para reuniões da Bimonthly Central Bank Governors’ Meeting, promovidas pelo Bank for International Settlements (BIS).
  7. O Tribunal de Contas da União (TCU) pode analisar processo sobre a venda de ativos da Petrobras.
  8. O STF retoma julgamento sobre a inclusão da base de cálculo do ICMS no PIS e na Cofins.
  9. Reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) discute proposta alternativa de recuperação fiscal para apresentar ao Congresso Nacional.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Justiça tem que ser para todos


Os últimos 33 anos no Brasil tiveram a marca indelével de três partidos: MDB, PSDB & PT. Neste interregno, quase tudo de bom, quase tudo de mau que ocorreu em terras brasilianas teve a participação da tríade.

Ler mais

Serie eleições 2018: priorizar o resgate da política.


O principal desafio da sociedade e das instituições, além dos próprios candidatos ao pleito de 2018, é superar a desilusão com a política. É preciso resgatar a importância da principal ou da única forma de resolução dos problemas coletivos fora do emprego da violência.

Ler mais

Por enquanto, espontânea e rejeição é o que interessa nas pesquisas


O alvoroço em torno das pesquisas de intenção de voto se justifica. Afinal, o grau de credibilidade de alguns institutos de pesquisa, como o Datafolha, torna-se um dos poucos referenciais concretos diante do achismo de palpiteiros.

Ler mais