agenda-politica-brasileira

Sérgio Cabral vai à Curitiba depor na Lava-Jato

Imprimir

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e sua mulher, Adriana Ancelmo, devem viajar a Curitiba hoje para prestar depoimento ao juiz Sérgio Moro.

Outros eventos desta quinta-feira são:

1. A Comissão de Agricultura da Câmara realiza audiência pública para debater os impactos da Reforma da Previdência na agricultura familiar e na produção de alimentos. Foram convidados o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o secretário da Previdência Social, Marcelo Caetano, entre outros.
2. O Tribunal Superior Eleitoral julga as contas do PT de 2011. A assessoria técnica do Tribunal recomendou a rejeição das contas do PT referentes ao exercício de 2011 e o ressarcimento aos cofres públicos de R$ 7,3 milhões por supostas irregularidades no uso de verbas do Fundo Partidário
3. Veiculação do programa partidário do PDT, em cadeia de rádio e TV, com duração de dez minutos.
4. O Tesouro Nacional divulga o resultado das contas do Governo Central em março.
5. Divulgação do IGP-M de abril.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Reflexões sobre tendências do próximo Congresso


Salvo mudanças inesperadas no humor do eleitorado, a tendência será de reeleição entre 60% e 70% da atual Câmara dos Deputados – um dos mais altos das sete últimas eleições – o que poderá levar para a próxima legislatura as práticas e os vícios da atual composição legislativa.

Ler mais

A salvação de Lula interessa a muita gente. E pode vir pelo STF


Duas circunstâncias distintas concorrem para livrar o ex-presidente Lula da prisão. Uma delas passa pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mais exatamente pelo juiz Dias Toffoli. Outra, pelos inúmeros suspeitos graúdos de rapinarem o erário…

Ler mais

O banco de reservas Petista


A condenação de Lula em segunda instância, de maneira unânime, pelo TRF-4, inviabiliza o caminho do ex-presidente ao Palácio do Planalto. O PT tem traçada a estratégia de manter a candidatura de Lula até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impedi-lo de disputar o Planalto novamente, como preveem

Ler mais