eleicoes-2018

ESPECIAL: Bolsonaro bom de largada

Imprimir

O cenário eleitoral com ou sem Lula, descritos anteriormente podem ser observados com maior nitidez quando se analisam as pesquisas de intenção de voto disponíveis. Nas três sondagens sobre a sucessão presidencial de 2018 (Datafolha, CNT/MDA e Poder 360), Lula (PT) lidera as simulações de primeiro turno e hoje teria uma vaga praticamente certa no segundo turno.

Pesquisa presidente jair bolsonaro

Jair Bolsonaro (PSC-RJ) continua demonstrando um bom percentual para a largada da corrida presidencial e aparece em segundo lugar nas três sondagens realizadas.

Há o risco de o PSDB ficar fora do segundo lugar, caso esse cenário se mantenha até 2018. Isso porque as opções do partido (o governador Geraldo Alckmin e o prefeito João Doria) estão atrás de Bolsonaro e da ex-senadora Marina Silva (REDE-AC). Outro risco tanto para Bolsonaro quanto para o PSDB é uma eventual aliança entre Marina e o ex-ministro Joaquim Barbosa, o que aumentaria o potencial eleitoral da ex-senadora.

Com o ex-presidente Lula (PT) candidato e Marina contando com um piso muito similar ao dela própria no primeiro turno das eleições presidenciais de 2010 e de 2014, Ciro Gomes (PDT-CE) encontra dificuldades para se credenciar como alternativa.

Segundo turno indefinido

Ainda que Lula tenha uma vaga bem encaminhada para o segundo turno, o quadro sucessório apresenta uma imprevisibilidade considerável. Isso ocorre porque ainda há um grande percentual do chamado “não voto” (brancos, nulos e indecisos), reunindo entre 20% e 30% do eleitorado. Além disso, há uma proximidade nas intenções de voto de Bolsonaro, Marina, Barbosa, Alckmin e Doria, fato que deixa em aberto a vaga do candidato “anti-lula” no segundo turno.

No cenário sem Lula como candidato do PT, o grau de imprevisibilidade fica ainda maior. Tendo como base as pesquisas disponíveis a respeito desse quadro (Datafolha e Poder 360), Jair Bolsonaro assumiria a liderança da corrida eleitoral, de acordo com sondagem do site Poder 360. No Datafolha, o primeiro lugar fica com Marina Silva, herdando parte do eleitorado lulista.

Quem também cresce com a ausência de Lula é Ciro Gomes. Mesmo estando atrás de Marina na pesquisa Datafolha, ele já aparece tecnicamente empatado com a ex-senadora na sondagem do Poder 360.

Veja abaixo a comparação entre as pesquisas Datafolha, CNT/MDA e Poder 360:

ESPECIAL: Lula/2018, com ou sem?

Veja outros textos desta série especial pré-eleições:

Especial: Para enfrentar Lula, Bolsonaro ou Alckmin

ESPECIAL: Sem Lula o PT vai de plano B

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

O servidor na regra de transição da reforma de previdência


A Proposta de Emenda à Constituição 6/19, encaminhada ao Congresso pelo governo Jair Bolsonaro no dia 20 de fevereiro, faz a opção pela desconstitucionalização das regras previdenciárias, remetendo para a lei complementar a definição dos regimes previdenciários.

Ler mais

Aposentadoria do servidor no governo Bolsonaro


Vamos tentar explicar, do modo o mais didático possível, como ficarão as aposentadorias e pensões na reforma da previdência do Governo Bolsonaro, caso prevaleça a minuta que vazou no último dia 28 de janeiro.

Ler mais

Reforma da previdência de Bolsonaro para o regime geral


A proposta de reforma da previdência do governo Jair Bolsonaro, de acordo com a versão a que tivemos acesso, amplia as exigências para a concessão de benefícios do regime geral, com aumento da idade mínima, ampliação do tempo de contribuição e redução do valor dos benefícios, além de abrir caminho

Ler mais

O servidor público na reforma da previdência de Bolsonaro


A proposta de reforma da previdência do governo Jair Bolsonaro, segundo versão a que tivemos acesso, pretende unificar as regras dos regimes geral e próprio, impondo novas exigências para a concessão de benefícios, que alcançam a todos os segurados, em particular aos servidores públicos

Ler mais