eleicoes-2018

EXCLUSIVO: FHC lança Alckmin para 2018

Imprimir

Após o polêmico artigo publicado este domingo sobre o futuro do PSDB e possível desembarque do governo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso responde, em entrevista exclusiva, porque apoia a candidatura do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, como candidato tucano nas eleições de 2018.

O PSDB estará unido em torno de uma candidatura presidencial?

Como nas eleições anteriores, depois de muitas rusgas, o PSDB convergirá para sua candidatura presidencial.

Na sua opinião, quem é o candidato mais qualificado para representar o PSDB na disputa?

Candidatos potenciais sempre há vários; candidatura é outra coisa: um nome que expresse uma base política e tenha apelo para setores da sociedade. Na atualidade penso que o governador [Geraldo] Alckmin está melhor posicionado para assumir este papel. Caberá a ele, ao mostrar o rumo que propõe para o Brasil, consolidar os apoios políticos e sociais para dar solidez à candidatura do PSDB.

Independente de candidaturas e do eventual desembarque do governo, o PSDB deve apoiar a agenda de reformas no governo Temer?

O apoio à continuidade das reformas e da consolidação fiscal são condições necessárias para isto. Sem que nos esqueçamos, contudo, que o crescimento econômico e as políticas de redução das desigualdades hão de formar o núcleo de um programa capaz de dar sentido à candidatura e de obter votos.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Sem abrir espaço à renovação, o PT engessa a esquerda conservadora


As coligações para o pleito de 7 de outubro confirmaram a tendência monopolista do PT de Lula. Num momento que pode se caracterizar por uma inflexão na história brasiliana, a sigla interditou o debate na esquerda conservadora.

Ler mais

O “messianismo” espreita o pleito de 2018, adverte Pedro Malan


Momentos de grande desilusão são portas de entrada para salvadores da pátria. Com a maioria dos eleitores fartos com todos os políticos, os eleitores de 2018 flertam com o messianismo.

Ler mais

80,16% dos deputados estaduais concorrem à reeleição


Levantamento das empresas Queiroz Assessoria Parlamentar e Sindical e MonitorLeg Comunicação Legislativa conclui que a renovação nas Assembleias Legislativas tende a ser baixa, especialmente em função do elevado percentual de candidatos à reeleição: 80,16%.

Ler mais

Câmara dos Deputados: renovação ou circulação no poder?


A próxima composição da Câmara dos Deputados terá o menor índice de renovação real, entendendo-se como tal apenas os nomes que nunca ocuparam cargos públicos. A renovação real será absolutamente residual. O que haverá será uma circulação no poder.

Ler mais