clipping-politica-brasileira

Leitura obrigatória: PGR denuncia presidente Temer por corrupção passiva

Imprimir

Conforme esperado, o procurador-geral da República Rodrigo Janot apresentou a denúncia contra o presidente Michel Temer. É a primeira vez na história do país que o Supremo Tribunal Federal pede autorização à Câmara para investigar o presidente por corrupção durante o exercício do mandato.

Corrupção Passiva

Na peça apresentada ao ministro do STF, Edson Fachin, Janot diz que Temer e Loures usaram de seus cargos para receber dinheiro em benefício próprio e pede a condenação dos dois por corrupção passiva. Veja o texto completo da denúncia.

Blindagem na CCJ

O Planalto aguardava a denúncia até amanhã e o presidente já havia se reunido com aliados e advogados para traçar a estratégia de defesa e buscar apoio para barrar a investigação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Alguns deputados com posição contrária à Temer já perderam suas cadeiras na CCJ na tentativa da base aliada de blindar o peemedebista.

Os advogados de Temer tentarão esvaziar a denúncia, que se baseia principalmente na gravação de Joesley Batista. No entanto, acredita-se que Janot apresentará outras denúncias contra Temer nos próximos dias. A Polícia Federal já apresentou laudo que não foram feitos cortes na gravação, diferente do que afirmou a defesa do presidente.

Temer tem pressa para resolver o assunto e busca apoio dos deputados sugerindo que a movimentação de Janot para perdoar os crimes de caixa 2 seja uma caça aos votos para autorização da investigação contra ele.

Com informações da Globo News, Estadão e Folha.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Sem abrir espaço à renovação, o PT engessa a esquerda conservadora


As coligações para o pleito de 7 de outubro confirmaram a tendência monopolista do PT de Lula. Num momento que pode se caracterizar por uma inflexão na história brasiliana, a sigla interditou o debate na esquerda conservadora.

Ler mais

O “messianismo” espreita o pleito de 2018, adverte Pedro Malan


Momentos de grande desilusão são portas de entrada para salvadores da pátria. Com a maioria dos eleitores fartos com todos os políticos, os eleitores de 2018 flertam com o messianismo.

Ler mais

80,16% dos deputados estaduais concorrem à reeleição


Levantamento das empresas Queiroz Assessoria Parlamentar e Sindical e MonitorLeg Comunicação Legislativa conclui que a renovação nas Assembleias Legislativas tende a ser baixa, especialmente em função do elevado percentual de candidatos à reeleição: 80,16%.

Ler mais

Câmara dos Deputados: renovação ou circulação no poder?


A próxima composição da Câmara dos Deputados terá o menor índice de renovação real, entendendo-se como tal apenas os nomes que nunca ocuparam cargos públicos. A renovação real será absolutamente residual. O que haverá será uma circulação no poder.

Ler mais