politica

Lucas de Aragão diz que Temer seguirá conquistando vitórias no Congresso

Imprimir

O cientista político Lucas de Aragão, sócio da consultoria Arko Advice, foi um dos entrevistados do programa Entre Aspas, com Monica Waldvogel, no canal Globo News. Foram analisados os impactos da votação da Reforma Política no Congresso, e também qual deverá ser o cenário frente à nova denúncia apresentada contra o presidente Michel Temer.

Lucas destacou que a população está mais consciente do quanto a corrupção afeta a economia, e isso deve representar uma melhora no sistema político de agora em diante, uma vez que os eleitores deverão escolher melhor em quem votarão. Ainda nesse tópico, afirmou que a “operação Lava-Jato”por si só já é uma Reforma Política”, por estar trazendo a corrupção à tona.

Quanto ao governo, o cientista político afirmou que a decisão do STF de afastar Aécio Neves de atividade parlamentar fragiliza a coalizão entre os partidos, pelo papel que o senador desempenhava, de unificar opiniões divergentes dentro do PSDB. Ainda assim, Michel Temer deve seguir conquistando vitórias no Congresso, mesmo que o calendário das reformas se atrase.

Assista o programa na íntegra:

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Sem abrir espaço à renovação, o PT engessa a esquerda conservadora


As coligações para o pleito de 7 de outubro confirmaram a tendência monopolista do PT de Lula. Num momento que pode se caracterizar por uma inflexão na história brasiliana, a sigla interditou o debate na esquerda conservadora.

Ler mais

O “messianismo” espreita o pleito de 2018, adverte Pedro Malan


Momentos de grande desilusão são portas de entrada para salvadores da pátria. Com a maioria dos eleitores fartos com todos os políticos, os eleitores de 2018 flertam com o messianismo.

Ler mais

80,16% dos deputados estaduais concorrem à reeleição


Levantamento das empresas Queiroz Assessoria Parlamentar e Sindical e MonitorLeg Comunicação Legislativa conclui que a renovação nas Assembleias Legislativas tende a ser baixa, especialmente em função do elevado percentual de candidatos à reeleição: 80,16%.

Ler mais

Câmara dos Deputados: renovação ou circulação no poder?


A próxima composição da Câmara dos Deputados terá o menor índice de renovação real, entendendo-se como tal apenas os nomes que nunca ocuparam cargos públicos. A renovação real será absolutamente residual. O que haverá será uma circulação no poder.

Ler mais