politica

AO VIVO: Murillo de Aragão participa de Seminário na Academia Brasileira de Letras

Imprimir

O cientista político, Murillo Aragão participa hoje da série de Seminários “Brasil, brasis” de 2017, da Academia Brasileira de Letras. O tema Como superar a radicalização na política brasileira?,  será coordenado pelo Acadêmico e jornalista Merval Pereira (oitavo ocupante da Cadeira 31, eleito em 2 de junho de 2011) e terá também a participação do professor Marcus Melo.

O seminário está programado para o dia 16 de novembro, quinta-feira, às 17h30, no Teatro R. Magalhães Jr., Avenida Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro, com transmissão direta pelo portal da ABL.

O coordenador-geral dos Seminários “Brasil, brasis” de 2017 é o Presidente da ABL, Acadêmico e professor Domício Proença Filho.

VEJA A TRANSMISSÃO DO SEMINÁRIO:

Veja o vídeo do seminário anterior: Representação e radicalização política

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

O servidor na regra de transição da reforma de previdência


A Proposta de Emenda à Constituição 6/19, encaminhada ao Congresso pelo governo Jair Bolsonaro no dia 20 de fevereiro, faz a opção pela desconstitucionalização das regras previdenciárias, remetendo para a lei complementar a definição dos regimes previdenciários.

Ler mais

Aposentadoria do servidor no governo Bolsonaro


Vamos tentar explicar, do modo o mais didático possível, como ficarão as aposentadorias e pensões na reforma da previdência do Governo Bolsonaro, caso prevaleça a minuta que vazou no último dia 28 de janeiro.

Ler mais

Reforma da previdência de Bolsonaro para o regime geral


A proposta de reforma da previdência do governo Jair Bolsonaro, de acordo com a versão a que tivemos acesso, amplia as exigências para a concessão de benefícios do regime geral, com aumento da idade mínima, ampliação do tempo de contribuição e redução do valor dos benefícios, além de abrir caminho

Ler mais

O servidor público na reforma da previdência de Bolsonaro


A proposta de reforma da previdência do governo Jair Bolsonaro, segundo versão a que tivemos acesso, pretende unificar as regras dos regimes geral e próprio, impondo novas exigências para a concessão de benefícios, que alcançam a todos os segurados, em particular aos servidores públicos

Ler mais