agenda-politica-brasileira

Supremo analisa recursos de investigados da Lava-Jato

Imprimir

1. O Supremo continua a análise de um conjunto de recursos solicitando a manutenção das investigações que envolvem o ex-deputado federal Rocha Loures (PMDB), o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), o banqueiro André Esteves, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB), o empresário Joesley Batista, dono da JBS, o ex-diretor da JBS Ricardo Saud e André Luis Dantas Ferreira no STF. O ministro-relator, Edson Fachin, votou pelo envio do caso ao juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba.

Veja outros destaques da agenda do dia

2. O presidente Michel Temer participa da convenção nacional do PMDB, às 9h30. O presidente participa, às 11h, do balanço anual do combate ao crime organizado. Às 13h30, participa do encerramento do evento Desafios para 2018, que também contará com o Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, e do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

3. A Comissão Especial da Câmara sobre Projeto que Regulamenta o Teto do Funcionalismo Público (PL 6726/16) discute o tema com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira; e o presidente do Conselho Federal da OAB, Cláudio Pacheco Prates Lamachia.

4. A Comissão Especial da Câmara sobre o Transporte Rodoviário de Cargas (PL 4860/16) pode votar o parecer do relator, deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP).

5. A Comissão Especial da Câmara sobre Regulação de Moedas Virtuais pelo Banco Central (PL 2303/15) realiza audiência pública com o advogado em Direito Bancário e do Mercado Financeiro e sócio do Pinheiro Neto Advogados, Bruno Balduccini; o estatístico, engenheiro de sistemas, facilitador e cientista Courtnay Guimarães; e o professor da Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Rogério Mori.

6. As Comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços e de Defesa do Consumidor da Câmara realizam audiência pública para discutir os compromissos adicionais estabelecidos no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) da Telefônica Brasil S.A. Foram convidados, entre outros, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab; o presidente da Telefônica/Vivo, Eduardo Navarro; e a advogada e representante da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), Lívia Coelho.

7. Reunião entre a Oi e credores para discutir o plano de recuperação judicial da companhia.

8. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga a Sondagem da Indústria da Construção e a Sondagem Industrial.

9. O empresário Marcelo Odebrecht deixa a prisão em Curitiba.

10. A Serasa divulga o Indicador de demanda das empresas por crédito de novembro.

11. O BNDES divulga resultados dos desembolsos do banco em novembro.

12. A Receita Federal divulga a arrecadação de impostos e contribuições federais no mês de novembro.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Os três setores do sistema social no governo Bolsonaro


Com base nas propostas de campanha, no pensamento do presidente eleito, na visão de mundo e na trajetória das equipes (econômica, política e de infraestrutura militar), que darão rumo ao novo governo, bem como na grave crise fiscal em curso, é possível antecipar que o mercado será o mais beneficiado

Ler mais

Se for bem-sucedido, o STF pode ficar pequeno para Sergio Moro


Ao aceitar o cargo de ministro da Justiça do Governo Jair Bolsonaro, o juiz Sergio Moro dobrou a aposta no tabuleiro político brasileiro. Caso seja bem-sucedido, ele não se cacifa apenas para uma vaga no STF, mas pode almejar a Presidência da República.

Ler mais