agenda-politica-brasileira

Julgamento da chapa Dilma Temer no TSE – Dia 2

Imprimir

Os principais eventos desta quarta-feira são os seguintes:

1. O presidente Michel Temer lança o Plano Safra 2017-2018 para o Agronegócio.

2. O Tribunal Superior Eleitoral continua julgando, a partir das 9h, o processo que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, eleita em 2014.

3. Previsto depoimento do ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures na Polícia Federal.

4. O relator da Reforma Trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, Ricardo Ferraço (PSBD-ES), apresenta seu parecer.

5. A Comissão Mista que discute a MP nº 774/17, que acaba com a desoneração da folha de pagamentos para vários setores da economia, pode votar o parecer do relator, senador Airton Sandoval (PMDB-SP).

6. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, reúne-se, às 10h30, com Aroldo Cedraz, ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). À tarde, Goldfajn tem reunião com membros do Federal Reserve de Nova York, na sede do Banco.

7. Divulgação do IGP-DI de maio.

Reforma Trabalhista

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado concluiu a votação do parecer do relator, Ricardo Ferraço (PSDB-ES) à Reforma Trabalhista. Ele também é relator na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e deverá apresentar seu relatório nesta quarta-feira. A votação pode acontecer na próxima semana. Porém, o feriado de quinta-feira (15) pode atrapalhar.

Depois de votado pela CAS, o texto segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Sem abrir espaço à renovação, o PT engessa a esquerda conservadora


As coligações para o pleito de 7 de outubro confirmaram a tendência monopolista do PT de Lula. Num momento que pode se caracterizar por uma inflexão na história brasiliana, a sigla interditou o debate na esquerda conservadora.

Ler mais

O “messianismo” espreita o pleito de 2018, adverte Pedro Malan


Momentos de grande desilusão são portas de entrada para salvadores da pátria. Com a maioria dos eleitores fartos com todos os políticos, os eleitores de 2018 flertam com o messianismo.

Ler mais

80,16% dos deputados estaduais concorrem à reeleição


Levantamento das empresas Queiroz Assessoria Parlamentar e Sindical e MonitorLeg Comunicação Legislativa conclui que a renovação nas Assembleias Legislativas tende a ser baixa, especialmente em função do elevado percentual de candidatos à reeleição: 80,16%.

Ler mais

Câmara dos Deputados: renovação ou circulação no poder?


A próxima composição da Câmara dos Deputados terá o menor índice de renovação real, entendendo-se como tal apenas os nomes que nunca ocuparam cargos públicos. A renovação real será absolutamente residual. O que haverá será uma circulação no poder.

Ler mais