agenda-politica-brasileira

Temer se reúne com parlamentares

Imprimir

Destaques da agenda do dia

1. O presidente Michel Temer tem diversas reuniões com parlamentares ao longo do dia.

2. O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), anuncia relator da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco.

3. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, retorna de viagem ao exterior e retoma negociações com parlamentares sobre a MP do Refis.

4. A Câmara tenta votar a Medida Provisória nº 783/17, que institui um novo programa de regularização tributária (Refis).

5. Câmara também pode votar criação de fundo para financiar campanhas eleitorais, texto já aprovado pelo Senado.

6. A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo realiza audiência pública para debater a nova Política de Cobrança de Bagagens com o secretário de Aviação Civil, Dario Lopes, o presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Alexandre Souza, e o presidente da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovicz, entre outras autoridades.

7. Leilão das usinas hidrelétricas antigas da Cemig (Jaguara, São Simão, Miranda e Volta Grande), com o qual o governo pretende arrecadar R$ 11 bilhões.

8. O governo realiza a 14ª Rodada de Licitações de Blocos para Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural, sob regime de concessão.

9. O Supremo Tribunal Federal julga Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) apresentada pelo PSOL contra a Reforma do Ensino Médio, feita por meio da Medida Provisória nº 764/16 pelo presidente Michel Temer.

10. FGV divulga sondagem do Comércio de setembro.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Os três setores do sistema social no governo Bolsonaro


Com base nas propostas de campanha, no pensamento do presidente eleito, na visão de mundo e na trajetória das equipes (econômica, política e de infraestrutura militar), que darão rumo ao novo governo, bem como na grave crise fiscal em curso, é possível antecipar que o mercado será o mais beneficiado

Ler mais

Se for bem-sucedido, o STF pode ficar pequeno para Sergio Moro


Ao aceitar o cargo de ministro da Justiça do Governo Jair Bolsonaro, o juiz Sergio Moro dobrou a aposta no tabuleiro político brasileiro. Caso seja bem-sucedido, ele não se cacifa apenas para uma vaga no STF, mas pode almejar a Presidência da República.

Ler mais