agenda-politica-brasileira

Temer viaja para a China

Imprimir

Destaques da agenda do dia

1. O presidente Michel Temer viaja para a China para participar da reunião do Brics.

2. Sessão do Congresso Nacional para analisar vetos presidenciais, entre eles vetos a dispositivos do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017.

3. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se reúne com líderes partidários para tentar um acordo em relação à reforma política.

4. A Câmara tenta concluir a votação da Medida Provisória nº 777/17, que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP). Também pode votar Reforma Política.

5. A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado sabatina Paulo Sérgio Neves de Souza e Maurício Costa de Moura, indicados para a diretoria do Banco Central.

6. A Comissão Mista de Orçamento pode votar parecer do deputado Marcos Pestana (PSDB-MG) ao projeto de lei que modifica as metas fiscais de 2017 e 2018 para R$ 159 bilhões.

7. A Comissão Especial da Reforma Política na Câmara pode votar o relatório do deputado Vicente Cândido (PT-SP) que regulamenta o financiamento público de campanhas e o “distritão” (voto majoritário para deputados e vereadores), entre outros pontos.

8. O Tesouro Nacional divulga o resultado das contas do Governo Central de julho.

9. Veiculação do programa partidário do REDE, em cadeia de rádio e TV, com duração de dez minutos.

Loading Facebook Comments ...

Artigos relacionados

Sem abrir espaço à renovação, o PT engessa a esquerda conservadora


As coligações para o pleito de 7 de outubro confirmaram a tendência monopolista do PT de Lula. Num momento que pode se caracterizar por uma inflexão na história brasiliana, a sigla interditou o debate na esquerda conservadora.

Ler mais

O “messianismo” espreita o pleito de 2018, adverte Pedro Malan


Momentos de grande desilusão são portas de entrada para salvadores da pátria. Com a maioria dos eleitores fartos com todos os políticos, os eleitores de 2018 flertam com o messianismo.

Ler mais

80,16% dos deputados estaduais concorrem à reeleição


Levantamento das empresas Queiroz Assessoria Parlamentar e Sindical e MonitorLeg Comunicação Legislativa conclui que a renovação nas Assembleias Legislativas tende a ser baixa, especialmente em função do elevado percentual de candidatos à reeleição: 80,16%.

Ler mais

Câmara dos Deputados: renovação ou circulação no poder?


A próxima composição da Câmara dos Deputados terá o menor índice de renovação real, entendendo-se como tal apenas os nomes que nunca ocuparam cargos públicos. A renovação real será absolutamente residual. O que haverá será uma circulação no poder.

Ler mais